Acre promove Festival Internacional Transamazônico com temática LGBTQIA+

Trazendo à luz da sociedade o debate sobre direitos e diversidade, o Acre promove de 26 a 30 de maio o 1ª Festival Internacional LGBTQIA+ Transamazônico. A mostra,  financiada pela Lei Emergencial Aldir Blanc através da Fundação Elias Mansour (FEM), será gratuita e online, por meio do site do festival.

Idealizado pelo colunista social Moisés Alencastro, o evento leva ao público discussões importantes relacionadas à diversidade e aos direitos da comunidade LGBTQIA+, além de colocar a capital acreana no mapa dos festivais de cinema realizados no Brasil.

A mostra conta com produções da Argentina, França e do Brasil. Ao todo, o festival exibe 13 longas-metragens, em cinco dias de programação. Os filmes abordam as temáticas de sexualidade, gênero, cidadania e direitos humanos. As exibições serão gratuitas e online, por meio do site do festival.

A mostra traz ao Estado um amplo panorama de produções nacionais e internacionais que se propõem a dialogar e refletir sobre as vivências LGBTQIA+, em diferentes recortes, com foco no respeito às liberdades. 

As redes sociais do @festivaltransamazonico vão concentrar atualizações diárias sobre a mostra, incluindo a programação.