A convite de Leo de Brito, ex-ministro Carlos Eduardo Gabas debate previdência

O ex-ministro dos governos Lula e Dilma (PT), Carlos Gabas, participa de debate, nesta quinta-feira, 2, no auditório da Secretaria Estadual de Educação (SEE), sobre a reforma da previdência “Um golpe nos Direitos dos Trabalhadores.”

O debate está previsto para iniciar às 18 horas. A vinda do ex-ministro conta com o apoio de lideranças da Frente Popular do Acre, organizada pelo deputado federal Leo de Brito.

Previsto para ser votado no primeiro semestre deste ano pelo Congresso Nacional, O Projeto de Emenda a Constituição (PEC) 287, que altera os artigos 37, 40, 42, 149, 167, 195, 201 e 203 da Constituição está aguardando parecer do relator na Comissão Especial.

A PEC propõe que, mesmo chegando aos 65 anos, o brasileiro não pode se aposentar, caso não tenha contribuído 25 anos.

Além disso, ainda existe a porcentagem por esse período de contribuição, caso seja de 25 anos, o valor a ser recebido é de apenas 76% do benefício. Para que possa receber integral será necessário um período de contribuição de 49 anos.

No atual regime, as mulheres podem se aposentar após contribuir por 30 anos, ou aos 60 anos quando não incluídas na primeira opção. Já os homens têm a idade mínima de 65 anos e 35 por tempo de contribuição.

Neste momento, tanto representantes sindicais, como parlamentares consideram importante o debate e o chamamento da população para tentar barrar a aprovação da reforma previdenciária.