960x100 basa novo

Raimundinho anuncia instalação de filial do Hospital de Barretos

Raimundinho anuncia instalação de filial do Hospital de Barretos

Odeputado Raimundinho da Saúde (PMN) falou sobre a agenda que cumpriu em Brasília na última terça-feira (7) com o governador Tião Viana (PT), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e gestores ministeriais para tratar sobre o andamento da implantação da primeira unidade de tratamento de câncer de Barretos no Acre. Os deputados federais Léo de Brito e Alan Rick Miranda também participaram da audiência.


Para o deputado, a ação proposta trará um grande futuro para o tratamento de câncer na Amazônia e no Acre. “Sabemos das grandes dificuldades que os pacientes com câncer enfrentam, trabalho há muitos anos na área da saúde e por isso me sinto muito responsável com a falta de estrutura para atender essas pessoas. Eu sofro quando as pessoas me ligam dizendo que vão interromper o tratamento por falta de medicamentos”, disse.

O parlamentar frisou que a implantação do Hospital de Barretos no Acre é mais uma grande vitória para a Saúde e para as pessoas que precisam fazer tratamento contra o câncer e têm de se deslocar a outros estados.

“Para um paciente que luta contra o câncer é muito difícil fazer tratamento em outra cidade, longe da família. Parabenizo o governador Tião Viana pela iniciativa de, junto com o Hospital de Barretos e o Ministério Público do Trabalho, efetivar esta ação no Acre. Com a união dos poderes conseguiremos trazer melhores condições para o tratamento de câncer no Acre. Quem ganha com tudo isso é a população”, frisou.

Raimundinho da Saúde explicou que a implantação da unidade oncológica de Barretos no Acre é fruto de acordo entre o governo do Estado, a direção daquele hospital e o Ministério Público do Trabalho (MPT). No mês passado, o governo do Estado efetivou a doação do terreno para a construção do hospital.

Última modificação emSegunda, 13 Fevereiro 2017 13:14

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo