960x100 basa novo

Tião Viana formaliza à bancada proposta de R$ 70 milhões em emendas à Segurança

Tião Viana formaliza à bancada proposta de R$ 70 milhões em emendas à Segurança

O governador Tião Viana, juntamente com representantes do Sistema Integrado de Segurança Pública do Acre (Sisp), recebeu na Casa Civil nesta sexta-feira, 3, o coordenador da bancada federal do Acre, senador Sérgio Petecão. Na ocasião, o governo formalizou uma proposta que pede a liberação de uma emenda impositiva de bancada para a Segurança Pública, no valor de R$ 70 milhões.

A pauta já fora objeto de discussão na última reunião com todos os parlamentares da bancada, dia 20 de fevereiro, na Casa Civil. A união entre Estado e bancada do Acre visa um esforço conjunto, no qual, pela primeira vez, os parlamentares se propuseram liberar para a área.

“Queremos unir forças para vencer o narcotráfico na Amazônia, coisa que outros estados não estão conseguindo fazer. O senador Petecão, como coordenador da bancada federal do Acre, ficou de receber hoje esse detalhamento que estamos apresentando. Nossa gratidão à bancada do Acre”, disse Tião Viana.

O governo do Acre calcula que, por ano, são gastos mais de R$ 475 milhões com pessoal, manutenção e infraestrutura para a Segurança Pública acreana. Além disso, já estão garantidos outros R$ 62 milhões para investimentos só este ano.

“Agradeço ao governo pela celeridade que ele deu na elaboração desse plano de urgência das demandas de segurança. Vamos fazer o que estiver ao nosso alcance.

Aqui assumimos um compromisso com toda a Segurança Pública e o governo para que ainda nesta terça [7] façamos uma reunião com toda a bancada do Acre para tornar pública as demandas prioritárias da Segurança”, disse o senador Petecão.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Emylson Farias, agradeceu a sensibilidade da bancada e detalhou que o recurso da emenda será essencial para trabalhar a infraestrutura, o reaparelhamento do sistema com viaturas, equipamentos de proteção individual, armamento, mobiliário e informática, além do equipamento operacional e a retomada das obras do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

“Agradecemos a sensibilidade da bancada na ação suprapartidária nessa matéria de interesse coletivo.

Queremos efetividade em todas as demandas. São 11 quartéis em recuperação e três novos sendo feitos, além da implantação do Centro Integrado de Comando e Controle”, destacou Farias.

A luta contínua do Estado em prol da Segurança

O Acre teve uma redução de 32% no número de roubos nos últimos três meses, e hoje a dificuldade são as execuções decorrentes das facções e consequentemente do tráfico de drogas. A união das forças reforçará o combate à criminalidade.

O reforço no efetivo policial acreano também tem sido uma medida de suma importância a partir da realização dos concursos públicos.

“São 220 vagas para a PMAC, 250 para a Polícia Civil e 220 para o ISE [Instituto Socioeducativo]”, via concurso público, detalhou o secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela.

O comandante da Polícia Militar, coronel Julio César, agradeceu a união de esforços e destacou a importância dessa força conjunta. “A PMAC atua muito, e agora com esses recursos vamos poder atuar mais fortemente no setor de inteligência e na prevenção, com o reforço do policiamento comunitário e nos presídios também”, disse.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo