960x100 basa novo

Fernanda Hassem, construindo sonhos para uma nova Brasileia

Fernanda Hassem, construindo sonhos para uma nova Brasileia

Mesmo em meio a crise em que passa o país, a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem e toda sua equipe tem trabalhado constantemente em busca de levar investimentos de infraestrutura tanto na cidade quanto na área rural, melhorias na saúde, educação, agricultura, prestando serviços de assistência social, ampliando o acesso da população à cultura, cuidando do meio ambiente e principalmente da qualidade de vida dos moradores, através do saneamento básico, recuperação de ramais, dentre outros investimentos.

Nesse período a administração municipal buscou também realizar o trabalho de recuperação e reorganização, iniciando pelas próprias secretarias com levantamento dos materiais necessários para que a equipe pudesse trabalhar de forma mais cômoda e assim, ofertar um serviço de maior qualidade à população.

 

 

 

OPINIÃO- Primeiro ano da gestão Fernanda Hassem me fale dos principais desafios enfrentados?

FERNANDA HASSEM- Assumimos a Prefeitura de Brasiléia com tantas dificuldades, inclusive o Estado inteiro acompanhava as notícias aqui do município e nós assumimos determinados a reverter esse quadro financeiro e de descrédito da população. O foco principal foi no quesito das dívidas para estancar essa ferida que estava aberta para colocar no trilho.

OPINIÃO- Os servidores municipais tiveram um tratamento diferenciado com pagamento em dia, inclusive o 13° salário e programas de valorização?

HASSEM- Também priorizamos a parte administrativa e a valorização dos servidores, com pagamentos em dia. Hoje a Prefeitura de Brasiléia trabalha com todos os funcionários e prestadores de serviços estão comseu pagamento em dia.

Todos os servidores receberam o 13º salário, onde pagamos 50% do valor em junho e antes do dia 20 de dezembro pagamos a 2ª parcela e o pagamento do mês de dezembro.

Também trabalhamos com a valorização das categorias, melhorando o ambiente de trabalho dos nossos setores.

OPINIÃO- A gestão também investiu em reformas, ampliações e aquisição de frota com recursos próprios. Com foi esse processo?

HASSEM- A nossa equipe buscou driblar a crise e conseguimos nesse 1 ano de gestão, adquirir 11 veículos, sendo 08 adquiridos com recursos próprios. Isso foi possível, pois conseguimos fazer uma melhor política de arrecadação de tributos e também com emendas parlamentares.

OPINIÃO- As parcerias são muito importantes para chegar até aqui seja com o governo estadual ou a bancada em Brasília.

HASSEM- Fazemos um reconhecimento e agradecimento especial ao Governo do Estado do Acre, aos parlamentares acreanos, aos 8 deputados federais e aos 3 senadores, que ajudaram com a alocação de emendas e que certamente serão empregadas, atendendo os anseios da nossa população.

OPINIÃO- Brasiléia saiu da inadimplência e ampliou as emendas. Com foi essa estratégia?

HASSEM- Quando assumimos a administração, a Prefeitura de Brasiléia, dos 11 itens que deixa os municípios inadimplentes, ela se encontrava em 9 (CAUC/SIAFI) e essa foi a nossa meta inicial, retirar a Prefeitura da inadimplência. Graças ao empenho das Secretarias de Finanças e Planejamento, conseguimos em menos de 6 meses de gestão, deixar a administração adimplente e apta para receber recursos, o que nos deixou muito felizes e finalizamos o ano com quase 3 milhões de emendas extra orçamentárias, que só conseguimos por estarmos adimplentes.

OPINIÃO- Quais os planos e prioridades para 2018?

HASSEM- As nossas prioridades para 2018 é continuar avançando ainda mais nos investimentos para proporcionar à nossa população uma melhor qualidade de vida, seja na cidade ou na área rural. Os nossos desafios vão além de cuidar da infra estrutura, priorizamos o cuidar das pessoas.

 

OPINIÃO- Qual a avaliação desse primeiro ano de mandato?

HASSEM- A nossa avaliação é bastante positiva, pois de todas as ações que foram planejadas nós conseguimos executar com eficiência, reorganizando a Prefeitura principalmente no que se refere à questão financeira, onde conseguimos deixa-la adimplente e apta para receber recursos.

Temos a perspectiva que 2018 será um ano ainda melhor e estaremos trabalhando com a mesma motivação e empenho que iniciamos.

OPINIÃO- O município tem investido em educação?

HASSEM- Investimos na educação, na qualificação profissional, recuperaçãoe ampliação da nossa frota de veículos destinados ao transporte escolar. Ao assumirmos, só haviam03ônibus escolares funcionando precariamente e conseguimos recuperar 7 ônibus, adquirimos com recursos próprios, 01 caminhonete e 2 motocicletas que facilitarão os trabalhos dos coordenadores pedagógicos nas comunidades rurais de difícil acesso. Além disso, conseguimos a liberação de R$ 173.500,00 do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), que há dois anos o município não recebiapor falta de prestação de contas da gestão anterior.

Ultrapassamos o percentual constitucional e aplicamos além do que é exigido por lei na Educação, que é de 25% do orçamento. O valor aplicado chegou nesse final de ano a 27,65%.

Investimos também no esporte e lazer, no incentivo à cultura com atividades culturais realizadas na Praça Hugo Poli (Domingo na Praça), dentre outras ações.

OPINIÃO- E saúde?

HASSEM- A saúde foi uma das áreas que priorizamos por entendermos a importância de se investir, com a aquisição constante de medicamentos, qualificação profissional. Realizamos 4 atendimentos itinerantes nas comunidades rurais de difícil acesso, com consultas médicas e odontológicas e ações preventivas que contemplaram 1362 pessoas de comunidades distantes. Reformamos e ampliamos unidades de saúde da cidade e da área rural. Implantamos a academia ao ar livre e o Programa Cuidando da Saúde do Servidor com aulas de zumba e atividade funcional realizadas de segunda a sexta-feira na Praça Hugo Poli, além de termos fortalecido os programas NASF E CAPS, ambos tendo reconhecimento a nível de Estado.

OPINIÃO- A abertura de ramais tem sido desafio para as gestões. Como Brasiléia enfrentou isso?

HASSEM- Os trabalhos de abertura e recuperação de ramais foram prioridades e um dos nossos maiores desafios, no entanto, sabemos que a muito por se fazer. Quando assumimos a Prefeitura, as máquinas e equipamentos estavam sucateados, então tivemos que nos desdobrar para recuperá-las e assim garantir que as comunidades, principalmente as que estavam em situação mais precárias e com alunos e produção para serem transportados até a cidade e conseguimos recuperar 420 km de ramais. Também foram construídas pontes e bueiros em parceria com a comunidade.

OPINIÃO- Que mensagem a senhora deixaria para a população de Brasiléia?

HASSEM- A nossa mensagem a toda a população é que esperem de nós muito trabalho e empenho de toda equipe. Estaremos trabalhando diariamente para garantir que todos os moradores, tanto da cidade quanto da área rural recebam os investimentos que garantam dias melhores, e principalmente, além de investir na infraestrutura, também trabalharemos para cuidar das pessoas.

OPINIÃO- Vamos iniciar um ano com riscos de uma enchente. Já existe algum planejamento para evitar maiores prejuízos?

HASSEM- Isso é um assunto que nos deixa bastante apreensivas, pois Brasiléia já passou por duas enchentes e realmente é devastador. Estamos orando a Deus que não ocorra, mas diante de uma possível enchente, já temos um plano de contingência, contactamos as autoridades e toda a equipe está de sobreaviso.

OPINIÃO- Não há perspectiva de melhoria da crise econômica. Como a Sra pretende trabalhar em 2018?

HASSEM- Pretendemos continuar priorizando a realização os investimentos para a nossa população, economizando e incentivando a arrecadação de tributos para serem reinvestidos em benefícios a todos e firmando as parcerias necessárias. Só foi possível mudar a realidade de Brasiléia em 1 ano, graças ajunção de esforços e aqui agradeço mais um vez o apoio fundamental do Governo do Estado do Acre e dos parlamentares acreanos, da bancada federal.

OPINIÃO- O que marca sua gestão?

HASSEM- Trabalho e responsabilidade 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo