960x100 basa novo

Marcus Alexandre é 2º que mais cumpriu as promessas de campanha

Marcus Alexandre é 2º que mais cumpriu as  promessas de campanha

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre está no topo do ranking dos gestores que mais cumprem as promessas feitas aos eleitores durante a campanha.  Registradas na Justiça Eleitoral através de um plano de governo, as promessas de Marcus  Alexandre  parecem ter alcançado todos os segmentos.  O levantamento do portal G1.

No ranking liderado pelo prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, do PSDB –que cumpriu 37.5% das promessas –Marcus Alexandre é o segundo que mais realizou indicações do plano de governo durante 2017, o primeiro ano do segundo mandato.  Marcus, que  é candidato do PT ao governo do Acre, cumpriu 31,5% das promessas feitas na campanha passada.

Marcus Alexandre fez 54 promessas, cumpriu totalmente 17 delas e parcialmente, 12. Não conseguiu cumprir 25. O número de compromissos do prefeito de Rio Branco é um dos maiores entre os planos de governo das capitais.

Em todo o país, os prefeitos de todas as capitais do Brasil cumpriram 18% das promessas que fizeram durante a campanha eleitoral de 2016. Gean Loureiro, do MDB, aparece em terceiro com 29%; Carlos Amastha (PSB), em Palmas, é o quarto; Marquinhos Trad (PSD), prefeito de Campo Grande, executou 24.4% das promessas e é o quinto colocado; Doutor Hildon (PSDB), prefeito de Porto Velho, é o sexto com 24.2%; em sétimo, está o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), com 22.2%; em oitavo, está o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), com 21.6%; Neto em Salvador é o nono com 20,5%; e em décimo lugar, vem o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), com 20.4% de execução.

Na lanterna do ranking, está o prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB). Segundo o estudo do site G1, o socialista não cumpriu integralmente nenhuma promessa de campanha ao longo de 2017. A atualização do  cumprimento das promessas de campanha foi feita no dia 1º de janeiro de 2018, contabilizando tudo o que foi executado no ano passado. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo