960x100 basa novo

Tião Viana e Dnit assinam convênio do anel viário de Brasileia e Epitaciolândia

Tião Viana e Dnit assinam convênio do anel viário de Brasileia e Epitaciolândia

Num momento histórico para a região do Alto Acre, o governador Tião Viana assinou na tarde desta sexta-feira, 6, junto com a bancada federal do Acre e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o convênio da obra do anel viário de Brasileia e Epitaciolândia.

Com o auditório do Centro Cultural de Brasileia lotado, o governador assumiu o compromisso de licitação e execução da obra, que recebe um investimento de R$ 60 milhões, oriundos de um esforço conjunto do governador, junto à então presidente Dilma Rousseff e toda a bancada federal do Acre, que garantiu o montante através de emenda impositiva de bancada.
Serão 10 quilômetros contornando os dois municípios, além de uma ponte de via dupla de 240 metros sobre o Rio Acre. O Departamento Estadual de Infraestrutura de Rodagem (Deracre), que elaborou o projeto, executará os serviços.

Um sonho para a população dos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, que tira os veículos pesados que fazem exportação pela BR-317 de dentro das cidades, preservando as vias urbanas e melhorando a qualidade de vida da região.

“É uma vitória sobretudo de todo o povo do Alto Acre, porque isso aqui é uma luta antiga e ela vem se consolidando como uma vitória agora e nós temos que agradecer muito. Essa é uma área que tem crescido muito economicamente e estamos fazendo esse trabalho conjunto. O resultado é que essa obra vai sair e será muito importante para gerar emprego, além da infraestrutura e logística de uma economia exportadora que está se consolidando no Acre”, conta Tião Viana.

A cerimônia contou ainda com a presença dos senadores Gladson Cameli e Sérgio Petecão, além dos prefeitos de Epitaciolândia, Tião Flores, e de Brasileia, Fernanda Hassem, além de diversos deputados federais e estaduais.

Projeto à várias mãos

Embora o projeto do anel viário e a obra sejam executados pelo governo do Estado, o Dnit estará presente na fiscalização e assumirá toda a via como parte da BR-317, que deverá ser entregue no final de 2019.
Para o diretor executivo do Dnit, Halpher Luiggi, a obra tem caráter social, econômico e até internacional. “Em conjunto iremos executar essas obras, que são importantíssimas para o Brasil, para o Acre, e até mesmo para a Bolívia e o Peru. É uma obra internacional. E esse é um evento que precisamos celebrar e agradecer muito pelo trabalho da bancada federal”.

Desde 2015, governo do Estado, bancada federal e Dnit têm se esforçado pela conquista do anel viário. O deputado federal Leo de Britto acompanhou esses esforços e destaca: “Nós parlamentares lutamos muito por isso, fizemos uma emenda impositiva de bancada e agora o governador Tião Viana vem firmar este convênio para tão importante obra. Quem ganha é o Alto Acre, essa região de pleno desenvolvimento”.

Para a deputada estadual Leila Galvão, com forte representatividade no Alto Acre, a obra é um divisor de águas. “Nós que moramos aqui na região e defendemos cada vez mais investimentos para propiciar qualidade vida temos nesse anel viário o significado de melhorar o trânsito de carros pesados. Quero parabenizar o esforço do governador Tião Viana e parabenizar seu governo pela elaboração do projeto”, concluiu.

Recuperação da BR-317

Além do convênio do anel viário, o Dnit também assinou a ordem de serviço para a recuperação e manutenção da BR-317 entre Senador Guiomard e Brasileia no valor de R$ 25 milhões.

O superintende do Dnit no Acre, Tiago Caetano, agradeceu ao governador Tião Viana pelo empenho, principalmente em Brasília, pela concretização do sonho do anel viário. Ele também reforçou que a recuperação da BR-317 começa de imediato, além do projeto de reconstrução da rodovia estar sendo elaborado de forma rápida pelo Departamento.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo