Publicidade basa nova

Vereador Clézio Moreira assina documento para instauração de CEI do Transporte Coletivo Destaque

Acompanhado da cúpula do PSDB e de vereadores de oposição, Moreira assinou o  pedido de criação   da CEI - Foto: Cedida Acompanhado da cúpula do PSDB e de vereadores de oposição, Moreira assinou o pedido de criação da CEI - Foto: Cedida

Acabou o imbróglio, o vereador Clézio Moreira (PSDB) assinou, na tarde desta segunda-feira, 6, o documento de criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) que vai apurar a legalidade dos aditivos nos contratos entre a prefeitura de Rio Branco e as empresas de transportes coletivos que operam na capital.

Moreira foi alvo de críticas nas redes sociais e até mesmo de membros de partidos de oposição, sendo acusado de se “esconder” para não assinar o documento. Ocupando o cargo de vice-presidente na mesa diretora da Câmara Municipal de Rio Branco, Moreira foi acusado até de está trabalhando a favor dos interesses da prefeitura.

A assinatura aconteceu na sede do PSDB na presença do presidente do partido, o deputado federal Major Rocha, do deputado Luiz Gonzaga, também do PSDB, e da vereadora Lene Petecão (PSD).

O documento já havia sido assinado pelos vereadores Roberto Duarte (PMDB), autor da proposta; Lene Petecão (PSD), Emerson Jarude (PSL), N. Lima (DEM) e Célio Gadelha (PSDB), faltando apenas a assinatura de Clézio Moreira para que a instauração da Comissão fosse possível.

A CEI toma como base a lei 8666/93 que impõe algumas regras para que o poder público faça concessões ou permissões e contratações junto às empresas. O documento com as assinaturas será apresentado na sessão desta terça-feira, 07, na Câmara de Vereadores pela oposição. Após a apresentação das assinaturas e justificativa da CEI, o presidente da Casa, vereador Manoel Marcos (PRB), instaura a Comissão.

Última modificação emTerça, 07 Fevereiro 2017 15:50

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo