960x100 basa novo

Flaviano Melo comenta reforma trabalhista e possível disputa de vaga ao Senado Federal

O parlamentar disse que o momento é trabalhar a sua reeleição O parlamentar disse que o momento é trabalhar a sua reeleição

Na tarde de ontem, 27, o deputado federal Flaviano Melo (PMDB) recebeu a equipe do Opinião em seu gabinete, e comentou sobre a Reforma Trabalhista, proposta pelo o presidente Michel Temer. O parlamentar é de acordo com a propositura que foi aprovada no último dia 26, depois de alguns meses de discussões. Melo, afirmou com veemência que descarta uma possível candidatura ao Senado Federal.

“Acabamos de votar ontem, a reforma trabalhista, ela foi aprovada depois de alguns meses de discussões com a sociedade, com sindicatos e patronais, e foi um trabalho muito bem feito, aprovamos até às 2 da madrugada de hoje”, falou.

Indagado sobre a mudança, o parlamentar foi bastante enfático no seu posicionamento e ratificou que a transformação é benéfica para o país. “Nós tivemos uma modernização das nossas leis trabalhistas, nossas leis são do tempo do Getúlio Vargas, então o mundo mudou muito de 1930 para cá, então a modernidade chegou”, opinou.

“O que é que aconteceu com essas leis trabalhistas arcaicas? Muitas indústrias foram para outros países, não havendo mais flexibilização”, argumentou.

Quando o assunto foi à paralisação dessa sexta-feira, Melo foi bastante tranquilo e disse que nada influenciará os senadores. “Não acredito, porque é uma coisa necessária, o senado também está atento à modernidade, eles sabem que não pode continuar do jeito que está. Então, à maioria irá votar pela aprovação, não tenho a menor dúvida”, explicou.

Disputa para o Senado

Apontado em quarto lugar em uma pesquisa feita para a concorrência do Senado Federal, ficando atrás de Jorge Viana, com 38%, Sergio Petecão, com 24% e Marcio Bittar, com 20%, Flaviano com seus 18% de preferência popular, disse que seu lugar em Brasília é na Câmara Federal. “Eu já fui governador, já fui senador, já fui prefeito e estou quieto no meu mandato de deputado federal, e é aí que eu quero disputar minha reeleição”, concluiu o Presidente Regional do PMDB”, argumentou.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo