960x100 basa novo

Planejamento: Equipe de governo apresenta plano de ações para 2017

Tião Viana disse que o planejamento é fundamental para o sucesso na gestão pública Tião Viana disse que o planejamento é fundamental para o sucesso na gestão pública

Em fechamento a um trabalho iniciado na semana passada, a equipe do governo do Estado concluiu nesta sexta-feira, 31, o planejamento de ações de todos os eixos da gestão previsto para 2017. No geral, são R$ 775 milhões em recursos específicos para investimentos só neste ano.

O planejamento foi construído de maneira conjunta pelos gestores e apresentado ao governador Tião Viana em quatro eixos específicos: Desenvolvimento Social e Prevenção à Violência, Economia Sustentável, Infraestrutura e Segurança Pública.

O trabalho e alinhamento técnico foi direcionado pela Casa Civil e Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan).

“Esse é o esforço do nosso governo. O trabalho real que fazemos visando os avanços do Acre”, disse Tião Viana a respeito da sistemática de governança apresentada.

O plano para o Desenvolvimento Social e Prevenção à Violência foi exposto pelos secretários de Saúde, Gemil de Abreu Junior, e Educação, Marco Brandão.

“Nosso planejamento se preocupa com o impacto que esse trabalho realiza na vida das pessoas”, destacou Brandão indicando que, para a Educação e Cultura, há uma previsão de R$ 82,8 milhões.

Gemil de Abreu reforçou que para a Saúde, a previsão é de R$ 131,4 milhões para trabalhar todas as ações previstas para este ano, incluindo a inauguração do Huerb verticalização e a entrega do Hospital de Brasileia.

No eixo Segurança Pública, o secretário Emylson Farias apresentou  o esforço coletivo dos gestores de segurança para as metas do setor. “São R$ 67 milhões em caixa para a execução de metas na área de segurança em 2017”, contou o gestor.

Economia sustentável

O secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) do governo, Thaumaturgo Neto, contou que para a Seaprof, Pequenos Negócios e Seap há uma previsão de R$ 68 milhões que servirá para o fortalecimento da microeconomia e das cadeias produtivas, como a castanha, açaí e a borracha que são fortes na geração de renda para os produtores.

” A Suinocultura, a piscicultura e a fruticultura também estão sendo fortalecidas”, acrescentou Neto.

O secretário adjunto da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), João Paulo Mastrangelo disse que para o Iteracre e a Sema há uma Previsão de R$ 40,6 milhões.

“O desafio é conciliar os investimentos agrícolas, pois nunca tivemos tanto recurso para aplicar na economia florestal do Acre como nos últimos anos”, disse o gestor.

À frente da Sedens, Sibá Machado comentou sobre a previsão de R$13 milhões para o desenvolvimento industrial, bem como o fortalecimento dos setores moveleiro e marceneiro.

“O eixo geral de economia sustentável inclui um planejamento de R$125 milhões para o desenvolvimento de projetos e ações”, destacou Machado.
Infraestrutura

O secretário de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas, Atila Pinheiro, destacou que para a Seop, Deracre e Depasa, o plano segue com R$ 261,5 milhões.

“E isso inclui todo um trabalho de infraestrutura na capital e interior do estado com Urbanização e saneamento nos municípios de difícil acesso. Já estamos ampliando o sistema de abastecimento de água, fazendo trabalho de Mobilidade urbana na capital e interior”, destacou potencializando projetos como Cidade do Povo e regularização fundiária.

Programas de impacto como o Ruas do Povo e saneamento integrado nas áreas isoladas também foram estudados e incluídos na linha de frente das ações.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo