960x100 basa novo

Fecomércio/AC avalia intenção de poupança do rio-branquense

Fecomércio/AC avalia intenção de poupança do rio-branquense

Pelo menos 72% dos consumidores do mercado de Rio Branco controlam as finanças domésticas com base em algum tipo de planejamento, mesmo que intuitivo. A pesquisa é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC) por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisa Empresariais do Acre (Ifepac) entre os últimos dias 7 e 10, junto a 384 pessoas. O objetivo é ter informações para avaliar a intenção de poupança da população rio-branquense.

Ainda de acordo com o estudo, outros 26%, porém, admitem não exercer controle sobre o uso das finanças pessoais. A pesquisa destaca ainda 16% dos consumidores com o hábito de poupar, porém, fazem isso com grande esforço de economia. Dos 25% que não conseguem poupança a partir de sobras de renda média familiar atual, quase a metade justifica manter as contas em dia, sem quaisquer sobras, porém. Outros 24% afirmam nunca ter poupado mesmo com sobras de orçamento doméstico; enquanto 3% omitem a informação.

Da população pesquisa, 31% decidem por algumas compras no local de venda, ou seja, compras de determinados bens e serviços que não estavam programadas, mas, em contrapartida, 66% procuram mais pelas compras previamente programadas.

Para 34% dos acreanos, a despesa com alimentação representa o item de maior peso no orçamento doméstico, sendo que os transportes aparecem em segundo lugar, para 18% dos entrevistados, e a energia elétrica em terceiro, para 14% dos consumidores.

Além disso, 64% dos entrevistados acreditam que redução de despesas domésticas para ajustes de orçamento já representa uma rotina diante a crise vivenciada pela economia de mercado. Geralmente a despesa com alimentação se apresenta mais propensa à redução, considerando a possibilidade da alternativa de bens inferiores para substituição daqueles de consumo normal, tendo em vista a diferença de preços a menor praticado pelo mercado de compra e vendas.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo