Publicidade basa nova

Fecomércio/AC alerta para nova forma de pagamento no crédito

Fecomércio/AC alerta para nova forma de pagamento no crédito

Clientes terão restrições para fazer o pagamento mínimo da fatura e acessar o crédito rotativo a partir do próximo dia 3 de abril, segundo determinação divulgada pelo Banco Central em 26 de janeiro. Já no próximo mês, quem realiza o procedimento por meses seguidos não terá mais esta opção. O assessor da presidência para assuntos econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), Alex Barros, acredita, porém, que a medida seja vantajosa à primeira vista.

Segundo o Banco Central, as regras foram criadas para coibir o uso do rotativo e obrigar os bancos a oferecer soluções de parcelamento para o cartão de crédito com juros mais baratos. 

Barros explica que uma das melhorias seria a coibição da cobrança, por parte dos bancos, dos juros do crédito rotativo no saldo devedor das compras efetuadas. “Dessa forma, as instituições financeiras são obrigadas a oferecer linhas de crédito mais baratas no parcelamento à vista”, explica.

Ainda de acordo com o assessor, o grande problema nem sempre seriam os juros, mas a falta de planejamento e o descontrole financeiro. “Segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 56,2% do total das famílias encontram-se endividadas, ou seja, gastam mais do que recebem; outras 23% estão com dívidas em atraso e 9,8% não têm condições de pagarem as dívidas”, reitera.

Mesmo assim, Alex não acredita que, para o comércio, esta medida seja atrativa, tendo em vista que o parcelamento reduzirá o poder de compra. “Uma vez que, equivocadamente, o consumidor acaba utilizando o cartão de crédito como complemento do salário”, finaliza.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo