960x100 basa novo

Med Aprova lota teatro com aulão pré-Enem

Med Aprova lota teatro com aulão pré-Enem

A uma semana do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado nos dias 5 e 12 de novembro, estudantes lotaram o Teatro Universitário, no campus-sede da Universidade Federal do Acre (Ufac). Com foco na revisão de conteúdo, eles participaram de um aulão grátis, promovido pelo projeto de extensão Med Aprova.   

Segundo a organização, mais de mil candidatos participaram do aulão, que teve início às 8h da manhã e terminou às 18h. A metodologia proposta incluiu a abordagem de assuntos relacionados a todas as áreas do conhecimento e contou com a participação dos professores Leylane de Oliveira (Matemática), Sérgio Torres (Língua Portuguesa), Silvia Araújo (História), Tiago Benedetti (Biologia), Roger Corrêa (Geografia), Mário Angelis (Química), Juanes Paulo Bonifácio (Biologia) e Marcos Garcia (Física).

Para o acadêmico do curso de Medicina e um dos organizadores da edição de 2017 do Med Aprova, Augusto Mello, o projeto tem alcançado o objetivo de ampliar as condições de acesso ao nível superior de ensino e promovido a mudança de vida de famílias inteiras.

“O Med Aprova, mais que ensinar, é um projeto que aponta um caminho diferente e mostra que esses alunos são capazes de atingir objetivos e voos mais altos”, avaliou Mello. “Ver o Teatro Universitário completamente lotado para a realização do aulão e já receber alunos interessados na edição-2018 do projeto é algo que nos motiva e orgulha muito. É a medida que nos mostra que estamos no caminho certo.”

O reitor da Ufac, Minoru Kinpara, ressaltou que o projeto Med Aprova vem sendo potencializado, nos últimos dois anos, através da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proex). Atualmente, o projeto integra as ações do programa Conhecendo a Ufac, que visa diminuir a distância entre as escolas de ensino público e a Ufac.

“O curso de Medicina da Ufac tem um forte papel social. Além dos mais de 360 médicos formados ao longo desses 15 anos de criação, o curso promove projetos como esse, que ajuda jovens de baixa renda, a alcançarem o nível superior e traçar um futuro melhor”, disse o reitor. (Ascom/Ufac)

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo