960x100 basa novo

Assembleia realiza sessão solene em comemoração ao Dia do Administrador

Assembleia realiza sessão solene em comemoração ao Dia do Administrador

A Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) realizou na manhã desta sexta-feira (29) uma sessão solene em homenagem ao Dia do Administrador, data comemorada no dia 9 de setembro. A solenidade foi solicitada através de um requerimento de autoria do deputado Heitor Júnior (PDT), aprovado em plenário por unanimidade pelos parlamentares.

A mesa da sessão foi formada por Fábio Mendes Macedo, presidente do Conselho Regional de Administração do Acre; por Marcos Klei Lúcio, na ocasião representando o Conselho Federal de Administração; Rui Feitosa, diretor de Desenvolvimento do Conselho Regional de Administração; Carlos Nunes Calado, administrador e diretor do instrucional administrativo da Emurb, e pelos deputados Eber Machado (PSDC) e Heitor Júnior (PDT).

Em pronunciamento, o presidente em exercício do Poder Legislativo, deputado Eber Machado (PSDC), fez a abertura da solenidade ressaltando a importância do administrador para o Estado.

“Nesta manhã o Legislativo reconhece a importância do administrador para nossa cidade, nosso Estado e nosso país, pois são verdadeiramente os profissionais mais comprometidos com o desenvolvimento de nossa sociedade. Me formei em Administração e tenho muito orgulho de ter escolhido essa profissão, pois o administrador nunca vai ser pequeno, sempre será um gigante na história do Brasil e do mundo. Se hoje nosso país estivesse entregue nas mãos de administradores nós com certeza estaríamos escrevendo uma nova história nas páginas do Brasil”, frisou.

O autor do requerimento, deputado Heitor Júnior (PDT), agradeceu a presença dos profissionais de Administração e destacou a importância da categoria para o serviço público. Disse ainda que essa formação foi importante para que ele ocupasse atualmente a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Aleac, uma das mais importantes do Parlamento acreano.

“É com muito orgulho que sou administrador. Agradeço ao deputado Eber Machado pelas palavras, eu sei que tem sinceridade nisso. Nós sentimos quando uma pessoa fala de todo o coração. Hoje eu ocupo a presidência da Comissão de Constituição e Justiça desta casa. Não é fácil ser presidente da CCJ. Não tem oba oba não. Chegamos a essa Comissão por méritos. O meu currículo contou muito para que eu assumisse a presidência dessa importante Comissão. Eu tenho desempenhado meu papel com transparência”, salientou.

Heitor Júnior acrescentou que são mais de 1.600 administradores registrados no Conselho Regional do Acre e seis mil formados em Administração. Ele defendeu o fortalecimento da categoria e pretende criar a Frente Parlamentar Empreendedora.

Representando o Conselho Federal de Administração, Marcos Klei Lúcio, disse que “são momentos como estes que fortalecem a profissão. Eu deixo os meus parabéns a todos nós administradores pelo nosso dia e gostaria de dizer que estamos lado a lado do Conselho Regional de Administração no Acre”, completou.

Para Carlos Nunes Calado, administrador e diretor do instrucional administrativo da Emurb, na ocasião representando o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), enquanto profissionais de outras áreas continuarem ocupando os cargos de administrador o desenvolvimento se tornará algo cada vez mais distante.

“Falar de administração para mim é falar de alegria, alegria essa que começou aos 17 anos para mim. Infelizmente, essa profissão não é valorizada no Brasil da maneira como deveria, nós temos que ocupar nossos lugares e parar de deixar que curiosos formados em outras áreas ocupem um setor que era para ser nosso. Acredito que temos que começar a pensar na real importância do administrador para o desenvolvimento do Estado, de um país. Se a gente não se valoriza quem vai nos valorizar? Precisamos de profissionais qualificados nos setores de administração no Acre, só assim o desenvolvimento será realmente alcançado”, enfatizou.

Rui Feitosa, diretor conselheiro do Conselho Regional de Administração do Acre, destacou a importância do trabalho da classe para que bons resultados sejam alcançados.

“O mundo precisa de administradores! A grande diferença que essa classe faz é justamente a ética, nós temos um código de ética que seguimos tanto na administração pública quanto na privada. Hoje atravessamos um momento difícil no país devido à falta de administração comandando os diversos setores na área pública”, disse.

Fábio Mendes Macedo, presidente administrativo do Conselho Regional de Administração, falou sobre a atual crise que o país enfrenta e destacou que isso se deve também à ausência de administradores ocupando cargos majoritários nos ministérios.

“Hoje encerramos um audacioso projeto que foi criar o mês da Administração no Acre. Fico feliz em ver que os cursos oferecidos à classe têm sido cada vez mais frequentados. É hora de começarmos a qualificar a administração pública no Estado. A crise institucional que se instalou no Brasil nada mais é que a ausência de verdadeiros administradores ocupando as pastas”, afirmou.

A profissão de administrador de empresas é relativamente nova e foi regulamentada no Brasil em 9 de setembro de 1965. Teoricamente falando, aqueles que foram considerados como os primeiros administradores profissionais (administrador contratado, que não é o dono do negócio), foram os que geriam as companhias de navegação inglesas a partir do século XVII. Essas empresas de navegação ficaram conhecidas como as primeiras sociedades anônimas de que se tem notícia na história. (Mircléia Magalhães, José Pinheiro e Andresa Oliveira/Agência Aleac)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo