960x100 nova basa

Malucos na Roça representará o Acre no Concurso Nacional de Quadrilhas Juninas

Malucos na Roça representará o Acre no Concurso Nacional de Quadrilhas Juninas

A quadrilha Junina Malucos na Roça foi a grande campeã do 19º Arraial Cultural 2017. Ao todo, 14 grupos concorreram ao pódio, que além de garantir o prêmio de R$ 6,5 mil, também leva a vencedora para participar do 11º Concurso Nacional de Quadrilhas, na cidade de Palmas (TO), nos dias 22 e 23 de julho.

Com o tema “Grades: de Malucos e Loucos todo mundo tem um pouco” a junina tornou-se tricampeã estadual e ganhando, inclusive, o primeiro lugar nos quesitos: rei e rainha, marcador, noivo casamento, noivo dançante, noiva casamento e personagem destaque.

A junina, fundada em 2002, no bairro Cidade Nova, completa 15 anos de existência com um jeito diferente e contemporâneo. Ela traz um estilo inovador e diferente da tradicional de dança caipira, o estilizado. Já participou de outros nacionais como: em Aracajú – Sergipe (2011), e Fortaleza - Ceará (2014).

De acordo com o secretário da quadrilha, Isleno Alves, o grupo movimenta, anualmente, em média 100 pessoas que participam direta e indiretamente no espetáculo.

“Agora, vamos focar para representar todas as juninas acreanas neste nacional, pois neste momento não seremos só Malucos na Roça, seremos o Acre”, afirma Alves.

Ainda segundo o secretário, os ensaios não irão parar e o grupo irá se dedicar para garantir uma boa colocação neste nacional.

“Foram meses de dedicação para levar um espetáculo maravilho para o público e sentimos que cumprimos com o nosso dever. Mas não iremos parar, pelo contrário, vamos aperfeiçoar nossa coreografia e mostrar nossa cultura em mais um nacional”, disse.

O Arraial Cultural foi realizado pelo governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), em parceria com a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil, e da Liga das Quadrilhas Juninas do Acre (Liquajac).

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo