Publicidade basa nova

Membros e servidores do MPAC participam de curso preparatório

Membros e servidores do MPAC participam de curso preparatório

O Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) recebeu hoje (5) a primeira turma do mais recente curso de Media Training oferecido pela instituição. Ministrada pelo jornalista e editor digital do Jornal Extra (RJ) Fábio Gusmão, a capacitação ocorre nos períodos da manhã e tarde de hoje e amanhã, com uma turma a cada dia.

Realizado na sala multiuso do CEAF e destinado a membros e servidores que lidam frequentemente com profissionais da imprensa, o curso visa incentivar o uso de uma linguagem clara e acessível com a prática de técnicas para desenvolver a transparência na transmissão de informações sobre as ações e iniciativas do MPAC, além de preparar os participantes para lidar melhor no trato com os meios de comunicação.

O procurador-geral de Justiça, Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto, lembrou que trata-se do 3º curso de Media Training oferecido durante sua gestão, totalizando 5 turmas até aqui. “Investimos muito ao longo dos últimos anos em capacitação, que é um dos pilares da nossa gestão. A estrutura do CEAF que temos atualmente e nos permite realizar esses cursos é resultado disso e, sempre que possível, trazemos palestras, cursos e permitimos, dentro das limitações orçamentárias, a ida de membros e servidores para outros MPs e cursos junto ao CNMP”, salientou.

Para o jornalista Fábio Gusmão, tanto a imprensa quanto o MPAC têm o mesmo foco na comunicação, que é transmitir com a maior clareza possível alguma informação para a sociedade. “A comunicação, para se dar da melhor forma, requer que quem passa a mensagem tenha um entendimento que o outro lado precisa ter todos os elementos para entender com maior clareza aquilo que está sendo proposto. Ou seja, ser direto, simples no uso das palavras, entender que nem todo mundo tem conhecimento jurídico, por exemplo. Este é o objetivo principal do curso, contribuir para que o membro do MPAC consiga se municiar das melhores técnicas para passar essa mensagem da forma correta”, destacou.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo