960x100 basa novo

Instituto Socioeducativo lança projeto “Construindo Asas”

Instituto Socioeducativo lança projeto “Construindo Asas”

O governo do Estado, por meio do Instituto Socioeducativo do Acre (ISE), lançou na quarta-feira, 31, em Cruzeiro do Sul, o projeto Construindo Asas. A iniciativa irá beneficiar internos das casas de recuperação que estão na região do Juruá, preparando-os para a fabricação de aeromodelos.

A vice-governadora Nazareth Araújo, participou do evento e destacou que o Construindo Asas é um projeto inovador e grandioso. “Se levarmos em conta a sua abrangência, ela vai tornar possível que jovens sejam inseridos no mercado de trabalho, almejando melhoria de vida e renda através da confecção de aeromodelos”, frisou.

Conscientizar os jovens reeducandos sobre seu papel na sociedade através da inserção de produtos confeccionados a partir da mão de obra local, valorizando o fazer artístico e artesanal através do uso de materiais recicláveis e extraídos da floresta na construção dos aeromodelos, é um dos objetivos do projeto.

A qualificação vai ficar a cargo da Secretaria de Estado de Educação (SEE), que irá trabalhar uma metodologia que terá como foco questões educacionais e ambientais no trato com a madeira, tornando-os apto a desenvolver seus próprios projetos utilizando programas de softwares voltados para a profissionalização.

Para o diretor-presidente do ISE, Rafael Almeida, “esse projeto irá fazer a diferença na vida dos jovens que serão beneficiados”. Segundo ele, “não adianta o governo oferecer ações se, por outro lado, os beneficiados não agarrarem essa oportunidade como forma de buscar melhoria de vida”, comentou.

Para o professor, Carlos Sampaio, responsável pela formação dos reeducandos, a ideia é priorizar a qualidade do material produzido a ponto de tornar-se competitivo com os já existentes no mercado, “e com isso, obter uma boa renda com a fabricação, montagem e manutenção de aeromodelos, observado o crescimento da prática do aeromodelismo em todo o estado”, observou.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo