960x100 basa novo

Dona Lindalva Marques, ex-superintendente do INSS morre na UTI do Hospital Santa Juliana

Dona Lindalva Marques, ex-superintendente do INSS morre na UTI do Hospital Santa Juliana

Faleceu na noite da última sexta-feira (19), em Rio Branco, a ex-superintendente do INSS no Acre, Lindalva Calixto Marques, 80 anos, genitora do ex-deputado estadual Luiz Calixto.

Nascida num dos seringais do município de Tarauacá, Lindalva há pouco menos de três semanas havia sofrido uma fratura de fêmur após uma queda na sua residência.

Internada numa Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), ela não resistiu e veio a óbito.

Mãe de nove filhos, ela residia em Rio Branco há quase 50 anos, onde do posto de uma simples servidora pública no extinto INAMPS, hoje INSS, assumiu no início da década de 1980 a superintendência do órgão no Acre no governo de Nabor Junior.

Na sua página do Facebook, o ex-deputado estadual Luiz Calixto escreveu: “Depois de lutar bravamente contra uma doença que a acompanhou e tirou-lhe o sossego por longos 25 anos, e por último, após um tombo da própria altura, o qual causou a quebra do fêmur, minha mãe faleceu”.

Calixto na sua postagem agradeceu o empenho da equipe médica do Pronto Socorro e da UTI do Hospital Santa Juliana. O ex-deputado na mesma postagem escreveu ainda:
“Minha mãe foi uma mulher que viveu exclusivamente para sua família. De conforto ela deixará sua integridade, sua garra, sua determinação. Sua história de vida é um compêndio de lutas e vitórias: do seringal em Tarauacá; da ascensão de servente de um grupo escolar ao posto de superintende do INSS no Acre. Nenhum de seus filhos poderá reclamar de seus ensinamentos. Cumprirá a nós a tarefa de dignificá-la”, posto Calixto. Outro a falar da perda de dona Lindalva foi o neto Tiago Marques, funcionário do Banco do Brasil. Residindo e trabalhando em Maceió-AL, o bancário disse que Lindalva Calixto tinha sido não somente uma avó para ele, mas também uma mãe, a qual educou e ensinou o caminho do bem.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo