960x100 basa novo

Acidente com Avião agrícola em Boca do Acre mata piloto mato-grossense

Avião agrícola que caiu no sul do Estado a cerca de vinte quilômetros do centro de Boca do Acre Avião agrícola que caiu no sul do Estado a cerca de vinte quilômetros do centro de Boca do Acre

A polícia do Amazonas confirmou a morte de Pedro Paulo Formehl, de 57 anos, piloto do avião agrícola que caiu no sul do Estado a cerca de vinte quilômetros do centro de Boca do Acre. Eram 10h de sexta-feira, 17, quando o avião pilotado por Pedro Formehl, de prefixo PT-VVG, perdeu o controle e caiu numa área de mata secundária, possivelmente em área da Fazenda Lopes. 

Ainda não se sabe os motivos que levaram à queda do avião, uma aeronave agrícola usada na aplicação de defensivos. De acordo com a imprensa mato-grossense, Pedro é o quarto membro da familia Formehl a falecer em queda de avião. Em outubro do ano passado, Paulo Formehl, de 31 anos, filho de Pedro, morreu após a aeronave cair em uma fazenda em Ipiranga do Norte, município vizinho de Sorriso. Outros dois familiares acabaram morrendo também em acidente com aeronaves agrícolas.

Pedro era gaúcho e, segundo informações, chegou a morar em Rio Branco, mas tinha residência em Sorriso. A Aeronave agrícola Ipanema, que caiu no Sul do Amazonas é líder no mercado de aviação agrícola no Brasil, com cerca de 60% de participação. Fabricado pela Embraer, o Ipanema é o primeiro avião certificado a voar movido a etanol do mundo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo