960x100 basa novo

Secretários e procuradores definem estratégias para criação de Consórcio

Márcia Regina participa de Fórum e destaca avanços na economia regional - Foto: Diego Gurgel/Secom Márcia Regina participa de Fórum e destaca avanços na economia regional - Foto: Diego Gurgel/Secom

O 14º Fórum de Governadores da Amazônia Legal teve início nesta quinta-feira, 4, com debates acerca da criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal. O protocolo é mais que um tratado, sintetiza as intenções de cada chefe de Estado em propor novas diretrizes de atuação em áreas prioritárias.

O evento é realizado em Porto Velho, capital de Rondônia. Assuntos prioritários como saúde, segurança, meio ambiente, comunicação e desenvolvimento estão sendo tratados por técnicos, gestores e procuradores dos estados.

Representantes do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Roraima e Tocantins participam das discussões em Rondônia. O objetivo do encontro formalizar a criação e definir as atribuições da associação pública.

Para a secretária-chefe da Casa Civil do governo do Acre, Márcia Regina Pereira, o que une os estados é a busca pelo modelo de economia que traga a regionalidade de maneira mais clara para a Amazônia. “Nossa região precisa de políticas públicas voltadas exclusivamente para o seu desenvolvimento. A criação desse consórcio nos permitirá captar recursos dentro e fora do país”, afirmou.

O consórcio deve utilizar a estrutura governamental dos estados membros e de suas representações em Brasília. Secretarias de Planejamento, Gestão Administrativa e Casa Civil terão papel estratégico nesse modelo de cooperação. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo