960x100 basa novo

Detran/AC lança campanha do Movimento Maio Amarelo para conscientizar motoristas

Detran/AC lança campanha do Movimento Maio Amarelo para conscientizar motoristas

Com objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, assim como no Acre, em específico, o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/Ac) lança a 4ª edição da campanha do Maio Amarelo. A abertura aconteceu no Teatro da Universidade Federal do Acre, na manhã de terça-feira, 2.

Assim como nas campanhas como “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”, o Maio Amarelo irá realizar atividades voltadas ao tema, debates e avaliação de riscos sobre o comportamento do cidadão. Além disso, nesta edição será dada uma atenção especial aos direitos dos personagens vulneráveis no trânsito como: deficientes físicos, idosos e aos pedestres de modo geral.

“Nós acreditamos que envolvendo os futuros condutores de alguma maneira estamos melhorando o nosso trânsito. E temos razões para comemorar, o Acre tem conseguido índices satisfatórios em relação a acidentes e redução de vítimas. E cada ação que pudermos realizar para continuar a reduzir esses números, assim o faremos”, afirma o diretor-presidente do Detran/AC, Pedro Longo.

Ainda de acordo com Longo o foco é conscientizar e envolver a sociedade mostrando que a nossa conduta no trânsito faz a diferença. “Já temos resultados satisfatórios nas edições anteriores e atingimos a meta que a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu para década nós antecipamos para 2016. Para nós nenhuma acidente e morte é aceitável, por isso vamos reforçar esse trabalho focando na juventude”, disse.

Segundo o diretor a maior causa de acidente no Estado são a imprudência, imperícia e desrespeito às regras do trânsito, diferente de outros locais que as incidências são causadas por buracos. “Claro que aqui também tem [buracos], mas estudos apontam que 80% dos acidentes tem como causa a falha humana”, finalizou Longo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo