960x100 basa novo

Governo vai entregar mais 42 veículos e equipamentos para as polícias

Governo vai entregar mais 42 veículos e equipamentos para as polícias

Nunca se investiu tanto na Segurança Pública do Estado do Acre como em 2017. A prova disso é que o governador Tião Viana irá entregar nesta quarta-feira, 26, mais de 600 coletes balísticos, 32 carros e 10 motocicletas para as polícias Civil e Militar.

A ação faz parte de acordos firmados entre a Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Ministério da Justiça e governo do Acre, que juntos realizaram a aquisição desses materiais, somando o montante de R$ 4 milhões.

O aumento da criminalidade fez com que o poder público tenha uma olhar diferenciado para as forças policiais, como explica o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias. “O governador Tião Viana está sensível às questões da segurança, pois desde o início deste ano os presídios estão passando por reformas, os quartéis da Polícia Militar e delegacias também estão sendo reformados e os operadores de segurança recebem equipamentos novos e de qualidade”, lembrou o secretário.

Farias ressalta ainda que todos esses investimentos já apresentam resultados positivos, haja vista que os roubos a veículos e furtos a residências tiveram redução significativa nos últimos 120 dias. “É importante observar que a redução de crimes contra o patrimônio diminuiu 50% no período avaliado”, explicou Farias.

Recursos humanos

Mais de 700 operadores de segurança ingressaram nas forças de segurança. No início do ano foram contratados, por meio de processo simplificado, cerca de 200 agentes socioeducativos, que hoje estão recebendo treinamentos para trabalhar nas casas de acolhimento.

Cerca de 500 policiais militares e civis serão contratados por meio de concurso público. O primeiro certame realizado foi o da PM, que contou com mais de 29 mil inscritos. Já no início do mês de maio serão feitas as provas do concurso da Polícia Civil.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo