960x100 basa novo

Dia da Indústria

Dia da Indústria

Hoje, comemora-se o Dia da Indústria. E, apesar de estarmos vivendo uma das maiores crises políticas e econômicas do Brasil, ainda há o que celebrarmos.

FIEAC

Segundo o presidente da FIEAC, José Adriano, toda crise traz janelas de oportunidades. É o momento de a indústria tornar-se protagonista na definição dos rumos do Brasil. Quando a indústria cresce, ela tende a dinamizar a economia como um todo.

Incansável

Desde que assumiu a presidência da FIEAC, José Adriano, tem sido incansável na defesa e representação do setor industrial acreano.

Conquistas

Prova disto é que conseguiu, com muito esforço, junto à Sefaz que, a partir de 1º de junho, as indústrias beneficiárias dos incentivos da Copiai não pagarão mais, de forma antecipada, o diferencial de alíquota nas aquisições de insumos, matérias primas e materiais secundários destinados exclusivamente ao processo produtivo de transformação.

Reconhecimento

O trabalho do presidente da FIEAC está sendo reconhecido, principalmente pelos seus pares - presidentes dos sindicatos industriais, que têm conseguido, na gestão de José Adriano, fortalecer as ações das entidades sindicais para que possam atender mais e melhor seus associados.

No caminho certo

É trabalhando pelo crescimento da indústria que se trabalha pelo crescimento do Acre.

Desprezo...

Incrível como algumas Prefeituras do interior desrespeitam o Tribunal de Contas do Estado. Realizam licitações sem cumprir as regras, para beneficiar pessoas e empresas de seus interesses e não estão nem aí pro que diz o TCE.

Sensato...

O presidente do TCE, conselheiro Valmir Ribeiro é um homem íntegro, inteligente e sensato. Sua vida é marcada pelo respeito e pelo zelo às coisas públicas. Certamente, não permitirá que prefeitos continuem agindo na ilegalidade.

Denúncias...

A Coluna recebeu denúncias de irregularidades num processo licitatório realizado em um município no valor de R$ 6 milhões. Entre outras coisas, o edital não foi publicado no site de Licitações do TCE, conforme determina a legislação. Também não há registro de publicação no Diário Oficial do governo.

Seriedade...

Pela seriedade dos conselheiros do TCE, certamente esse processo será cancelado. Não é justo que uma Prefeitura do interior gaste mais de R$ 6 milhões com trabalhos gráficos. Também não é justo que se faça um processo licitatório sem a devida transparência para beneficiar financiadores de campanha política.

Mais nesta categoria: « Crise... Modernidade... »

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo