960x100 basa novo

Plácido abre 3 a 0, mas Rio Branco reage e deixa tudo igual

O atacante Marcelo Brás marcou os dois primeiros gols da partida O atacante Marcelo Brás marcou os dois primeiros gols da partida

Num belo jogo de seis gols, Rio Branco e Plácido de Castro empataram na noite de ontem (9), na Arena da Floresta, por 3 a 3. O duelo foi válido pela terceira rodada do Campeonato Acreano. Marcelo Brás (2) e Paulinho Pitbull marcaram os gols do Tigre do Abunã. Araújo Jordão, Adriano e Amarildo empataram o Estrelão.

Com o empate, as duas equipes lideram o estadual com sete pontos ganhos, mas o time alvirrubro leva vantagem no saldo de gols.

Próximos jogos

Após o empate com o Tigre, o Rio Branco ganha quase duas semanas de folga na tabela do Campeonato Acreano. O retorno do alvirrubro aos gramados ocorre no próximo dia 23 de março para medir forças contra o Alto Acre. O jogo está agendado para o estádio Arena da Floresta, às 20h30. Porém, dois dias antes, no mesmo local e horário, o Tigre do Abunã encara o Galo Carijó.

Jogo

O Plácido de Castro começou avassalador e, antes dos 20 minutos da etapa inicial chegou a abrir dois gols de vantagem no placar, ambos assinalados pelo atacante Marcelo Brás, que chegou ao quarto na temporada.

Com um Rio Branco desatento e dando espaço no miolo de zaga, o Tigre do Abunã chegou ao terceiro gol aos 30 minutos, após jogo aéreo, com Paulinho Pitbull testando para a rede.

O Rio Branco, enfim, conseguiu diminui a vantagem placidiana, após o atacante Araújo Goiano escorar para a rede do Plácido de Castro, aos 36 minutos. Foi o quinto gol do atacante alvirrubro na temporada.

Reação e empate

Na etapa complementar, o Plácido de Castro tentou se fechar na sua defesa e explorar as jogadas de contragolpe. No entanto, o Rio Branco, aos oito minutos, chegou ao segundo gols após assistência de Geovane para a conclusão do atacante Adriano.

O gol colocou ‘fogo’ no confronto. O time Plácido de Castro ainda tentou cozinha e jogo e quase chegou ao quarto gol num contragolpe, mas o atacante Renan Plácido desperdiçou excelente oportunidade.

Na pressão, o Rio Branco conseguiu o empate nos acréscimos, aos 46 minutos. Amarildo Ristof, após desvio de Araújo Jordão, finalizou para deixar tudo igual na Arena da Floresta.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo