960x100 nova basa

Galo vence e provoca finais extras contra Estrelão dias 6 e 13 de maio

Em lance do clássico de ontem, na Arena da Floresta, o alvirrubro Bruno Capriolli vai ao chão após dividida com o aguerrido celeste Joel - Foto: Sérgio Vale Em lance do clássico de ontem, na Arena da Floresta, o alvirrubro Bruno Capriolli vai ao chão após dividida com o aguerrido celeste Joel - Foto: Sérgio Vale

O Atlético Acreano vence o Rio Branco e conquistou o título do segundo turno do Campeonato Acreano. Neste domingo, o Galo Carijó venceu o Rio Branco por 2 a 0, na Arena da Floresta e garantiu presença na grande final do certame 2017 contra o próximo alvirrubro. Careca e Joel fizeram os gols da vitória celeste. Com esse resultado, o Estrelão o perde a invencibilidade na competição.

Jogo

O time do Segundo Distrito chegou mostrando que não vinha para jogar com o resultado depois do braço e partiu para cima do Rio Branco. Logo no primeiro minuto de partida, quem assustou foi o Estrelão. Bola recuada para o goleiro Babau, que saiu errado, mas a defesa atleticana conseguiu afastar o perigo.

Depois do susto, o Atlético passou a pressionar o Rio Branco e chegou com perigo em uma cobrança de escanteio. Careca cobrou rasteiro e a bola passou por toda área estrelada. Gustavo Xuxa carregou a bola do meio-campo e na entrada da área bateu colocado no canto direito. A bola passou rente ao travessão.

O Galo Carijó seguia pressionando e aos nove minutos, a zaga estrelada recuou a bola para o goleiro Ederson, que estava marcado pelo atacante Careca, que dividiu, ganhou e escorou para abrir o placar do clássico. 1 a 0 Atlético Acreano.

Após o gol, o Rio Branco começou a se movimentar mais em campo e aumentou a marcação. A resposta estrelada foi em jogada de Araújo Jordão. Na entrada da área, o atacante se livrou da marcação e chutou rasteiro, mas o goleiro Babau defendeu com tranquilidade.

Aos 28 minutos o Galo quase ampliou com Psíca. O atacante Careca fez uma jogada pelo canto do campo e cruzou para área. O meio-campista subiu sozinho, mas acabou errando a cabeceio.

Dois minutos depois, Rio Branco por pouco não chegou ao gol de empate. Arremesso de lateral para área e zaga atleticana bate cabeça e a bola sobrou para Adriano, que chutou e a bola acabou desviando do defensor, saindo para linha de fundo.

O Rio Branco chegou com perigo em cobrança de falta de Carlos Alexandre aos 36 minutos. O meia estrelado cobrou colocado, mas Babau defendeu firme, evitando o empate do Alvirrubro. Na sequência, o Atlético Acreano saiu em contra-ataque, mas acabou perdendo a bola.

Mesmo atrás do placar, o Rio Branco estava melhor dentro de campo e começava a usar as jogadas de velocidade para surpreender a defensiva atleticana. Na última jogada do primeiro tempo, Gustavo Xuxa errou o passe no meio campo e a bola caiu no pé do Jeferson, mas a zaga do Rio Branco afastou o perigo.

Na volta do intervalo o primeiro a chegar assuntando foi o Atlético Acreano. Pé-de-Ferro tocou para Polaco, que chutou no lado direito, mas Ederson espalmou para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, a zaga estrelada afastou a bola. Aos nove minutos o Rio Branco quase chegou ao empate, mas Babau defendeu a cobrança de falta de Gustavo Xuxa.

Três minutos depois foi a vez do Galo assustar o goleiro Ederson. Careca recebeu a bola na entrada da grande área e chutou, mas redonda pegou na rede pelo lado de fora. Já o Rio Branco levava perigo com o atacante Adriano.

Aos 19 minutos o Atlético Acreano ampliou o placar. Cobrança de escanteio na segunda trave, Neto ajeitou de cabeça, no meio da área, e Joel subiu sozinho e cabeceou para o fundo das redes do goleiro Ederson.

O Rio Branco, mesmo perdendo a partida, continuava levando perigo ao gol do Babau. Aos 27 minutos, Gustavo Xuxa recebeu a bola e de bate pronto chutou, mas passou tirando tinta da trave do goleiro celeste.

Aos 30 minutos o Rio Branco chegou ao ataque. Gustavo Xuxa tocou de calcanhar para Adriano, mas atacante estrelado chutou fraco e bola sai pelo lado esquerdo. Quatro minutos depois o Atlético quase chegou ao seu terceiro gol. Lambança da zaga estrelada e a bola sobrou para Careca, que chutou por cobertura, mas a bola passou por cima da meta do Estrelão.

Vencendo, o Atlético Acreano recuou e passou a ser pressionado pelo Rio Branco. Gustavo Xuxa tabelou com Araújo Jordão e chutou assustando o goleiro Babau. Antes do apito final, o Estrelão ainda chegou com perigo em cobrança de falta com Gustavo Xuxa. Ele chutou forte, mas a bola passou por cima.

18216304 10203041800161205 1867111369 o
Torcida celeste compareceu em maior número no clássico de ontem - Foto: Sérgio Vale

Público, gol no início e espírito de luta

A partida na Arena da Floresta não teve um número expressivo de torcedores para acompanhar a decisão do returno do Campeonato Acreano. Mesmo com três partidas, a rodada teve apenas 916 pagantes.

Para o atacante Araújo Jordão, do Rio Branco, o gol logo no início da partida fez com que o Rio Branco buscasse mais a partida. Para ele, o alvirrubro dominou boa parte do jogo, mas não soube reverter em gols.

- Levar um gol logo no início da partida é sempre complicado, mas a equipe correu e lutou durante todo o jogo. Infelizmente não conseguimos reverter o placar e saímos derrotados. Agora é erguer a cabeça, pois ainda estamos na briga pelo título – concluiu o jogador.

Melhor em campo do Atlético Acreano, o volante Joel, ressaltou a luta do Galo durante toda a partida, mas lembrou que ainda não tem nada vencido na competição.

- Entramos focados na partida e conseguimos sair vitoriosos. Estou muito feliz pelo gol que marquei e ter ajudado a minha equipe vencer o Rio Branco. É comemorar o título do segundo turno, mas se esquecer que ainda temos duas partidas decisivas – disse Joel.

A final do Campeonato Acreano entre Rio Branco, vencedor do primeiro turno, e Atlético Acreano, campeão do returno, será nos dias 6 e 13 de maio.

cgh

Última modificação emSegunda, 01 Maio 2017 04:39

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo