960x100 basa novo

Pelo menos dois brasileiros podem cair na Libertadores

Pelo menos dois brasileiros podem cair na Libertadores

Faltando uma ou duas rodadas – dependendo do grupo - para terminar a primeira fase da Libertadores, pode se esperar a desclassificação de pelo menos dois clubes brasileiros entre os oito que participam da competição.

No grupo, a surpreendente equipe do Botafogo tem na quinta rodada jogo em casa contra o Atlético Nacional, clube que disputa com ele vaga na próxima fase da competição, porém com quatro pontos atrás. O time carioca não foi as finais do Carioca, o que o favorece de desgaste. Deve vencer e garantir passagem antecipada às oitavas.

O Santos ainda enfrenta pedreira, apesar da liderança no grupo 2 com um ponto de vantagem. Tem partida difícil contra o The Strongest, vice-líder, na altitude de La Paz.

É provável que leve a disputa da vaga para o último jogo da fase, na Vila Belmiro, contra o Sporting Cristal.

No grupo da morte onde estão Flamengo e Atlético-PR segue tudo indefinido. Todos os times tem chance de classificação. O rubro-negro carioca, com dois pontos à frente do San Lourenzo e do time paranaense, joga pelo empate contra o San Lourenzo na última rodada – se perder, vai depender do resultado da outra partida do grupo entre Atlético-PR e Universidad Católica.

O clube do Paraná joga no Chile e não tem muito a fazer a não ser partir para cima e tentar vencer o jogo para garantir vaga sobre uma equipe que também sonha passar de fase com uma vitória. Assim, a situação do Atlético-PR não é fácil.

O Palmeiras, primeiro do grupo 5, com um ponto na frente do Jorge Wilstermann, tem boa chance de passar à próxima fase da competição entre os que ainda disputam vaga.

Enfrenta em casa o Atlético Tucumán e pode perder até por 1 a 0 que conquista a classificação para a próxima fase.
No grupo 6, o Atlético-MG, embora um ponto atrás do líder Godoy Cruz, já passou para as oitavas de final da Libertadores – os dois outros clubes do grupo não tem mais como alcançar vaga na última rodada. O clube mineiro faz a última partida em casa contra o Godoy Cruz com ares de amistoso.

No grupo 7 onde está a Chapecoense, só há um jeito para o time catarinense: vencer seus dois últimos adversários da fase de grupo para sonhar com a vaga. A Chape precisa bater o Lanús na Argentina e o venezuelano Zulia em casa – ainda assim pode depender de combinação de resultados de outros jogos do grupo para saber se vai às oitavas. É o clube brasileiro com menos chances de continuar da Libertadores.

Por fim, o Grêmio, líder de seu grupo, apesar de empatado em número de pontos com o vice-líder Guarani do Paraguai, encara na sua arena o fraco Zamora na última rodada. Deve vencer e passar de fase sem susto.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo