Publicidade basa nova

Um novo jeito de dialogar com a comunidade escolar

 Em Porto Acre, o secretário Marco Brandão teve a oportunidade de dialogar com mais de 400 alunos Em Porto Acre, o secretário Marco Brandão teve a oportunidade de dialogar com mais de 400 alunos

Desde que assumiu a pasta da Educação (2013), o secretário Marco Brandão tem feito uma verdadeira revolução na maneira de conduzir os trabalhos, de ver a educação e, principalmente, na forma de dialogar com a comunidade escolar.

Quando se fala em revolução, historicamente imagina-se um levante armado, uma tomada de poder pela força, pela violência. Mas esta é diferente. É uma mudança na forma de ver as pessoas, conversando, ouvindo as demandas, angústias e sugestões de todos os protagonistas do processo de ensino-aprendizagem.

Por isso, Marco Brandão lançou o Projeto “Bate Papo com o Secretário”, que dialoga com os gestores, coordenadores e professores, mas, sobretudo, com os estudantes, para quem toda a política educacional é feita e sem os quais todos os trabalhos e avaliações deixam de fazer sentido.

No ano passado, ele visitou todos os vinte e dois municípios do Estado. Além de ver de perto os avanços e os desafios que ainda precisam ser enfrentados, faz questão de conversar com os alunos. Ao todo foram mais de 50 mil estudantes que tiveram a oportunidade de dialogar diretamente com o secretário.

Somente este ano, o Bate Papo com o Secretário já chegou a mais de 22 mil estudantes, quais 4 mil apenas na primeira quinzena do mês de junho. Plácido de Castro (Vila Campinas), Brasileia, Assis Brasil, Xapuri, Feijó, Tarauacá, Manoel Urbano e Acrelândia estão entre as cidades por onde o projeto já passou nos últimos dias.

mhj k
Nas palestras, o secretário Marco Brandão interage com os estudantes

Maratona

E para dialogar com tantos alunos em um curto espaço de tempo, Marco Brandão tem feito uma verdadeira maratona pelos municípios. Desde o final de maio até esta semana, ele visitou nada menos do que oito municípios e já conversou com pelo menos 4 mil alunos.

Acumulados os encontros desde o início do ano, já são mais de 20 mil alunos com os quais o secretário já conversou. No ano passado foram mais de 50 mil alunos, o que demonstra a disposição da sua gestão em dialogar com a comunidade acadêmica, sobretudo com os alunos.

A conversa acontece também com alunos do ensino fundamental II, jovens que estão concluindo essa fase do ensino, mas o foco do projeto são os alunos do ensino médio e mesmo do Educação de Jovens e Adultos (EJA), com os quais o Bate Papo tem sido bastante proveitoso.

Sonhos e conquistas

A conversa com os estudantes se aproxima muito da realidade. Em uma linguagem clara e objetiva, Marco Brandão pergunta, entre outras coisas, qual o tamanho dos sonhos de cada um. Os sonhos, mais das vezes, deve estar conectado com a busca da felicidade.

Nos diálogos, ele tem encontrado histórias que ultrapassam o comum. Em uma escola rural de Senador Guiomard, no ano passado, por exemplo, encontrou um aluno do ensino fundamental II que gostaria de ser cirurgião plástico. Ficou encantado não apenas com a resposta, mas com a inteligência impar do aluno.

Em outro encontro, o secretário Marco encontrou um jovem que gostaria de ser lixeiro. Explicou, então, que ao invés de apenas exercer essa profissão (muito digna, por sinal), poderia almejar ser o gerente da empresa ou mesmo engenheiro sanitarista que planeja toda a política ambiental de determinado local.

Ser gente

Outro ponto tema importante que aproxima o diálogo do secretário Marco Brandão com os estudantes é a questão de “ser gente”. Os alunos, no início, ficam impressionados, mas logo entendem a lógica, o sentido e a necessidade em fazer o bem às pessoas.

“Um médico que atende mal um paciente, que passa uma receita sem olhar para a pessoa, esse médico não é gente. Ele é alguma coisa porque estudou e se formou, mas para ser gente ele precisa fazer o bem às pessoas”, explica o secretário aos estudantes durante a palestra.

E o exemplo serve para qualquer profissão que se escolha. Afinal, a felicidade também está relacionada exatamente a esse sentido de fazer o bem, de ser útil à comunidade e às pessoas como um todo.

jhk
Em Manoel Urbano, bate papo com os alunos aconteceu na Igreja Assembleia de Deus

Fé, conhecimento e atitude

Por ser uma palestra motivacional, o secretário Marco Brandão dialoga com os alunos sobre o que necessário para ajudar as pessoas e, também, realizar os sonhos que cada um tem: ter fé, ter conhecimento, mas sobretudo é preciso ter atitude para alcançar os objetivos.

A fé, explica, está relacionado a fé em Deus, acima de tudo, mas também a fé em si mesmo, em acreditar no próprio potencial e lutar para que os sonhos possam se tornar realidade.

O conhecimento está ligado a necessidade que o aluno tem em avançar nos estudos e a utilizar as novas formas de ampliar o conhecimento. Hoje, sendo dado, é preciso aprender o que fazer com a gama de informações disponíveis em um mundo cada vez mais único e digital.

nkbjk
Marco Brandão fala de sonhos e importância dos estudos para os jovens

Exemplo de vida

Desculpas não servem para que os alunos não alcancem seus objetivos. Os exemplos de vida do próprio secretário Marco Brandão servem como parâmetro para que eles entendam que é possível vencer as dificuldades e barreiras que, muitas vezes, o caminhar nos impõe.

De origem humilde em Guajará-Mirim (RO), onde morava em uma casa de taipa, conseguiu vencer os desafios pelo estudo, sendo professor da Universidade Federal do Acre (Ufac) há vinte e sete anos e no cargo de secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE) desde 2013.

Encontros

Veja os recentes encontros do secretário Marco Brandão com os alunos dentro do Projeto Bate Papo com o secretário. Desde o final de maio até meados de junho ele já conversou com mais de 4 mil estudantes.

jnhbk

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo